Meu sketchbook inseparável retratou esse jardim cheio de flores. Nos dias tensos e apreensivos ele tem me trazido calma e reflexão. O desenho me trás essa paz preciosa e um pouco ausente, para quem mora em uma metrópole como o Rio de Janeiro. Mas sigo o meu caminho por essa vida cheia atalhos e bifurcações.
O desenho me salva em certos momentos como uma oração: silenciosa e contínua.